quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Para Onde Ela Foi - Gayle Forman

 Para Onde Ela Foi - Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.
 

Páginas: 219
Editora: Novo Conceito
Avaliação:
O Que Achei do Livro:
 Três anos após o acidente que matou a família de Mia Hall, Adam nos conta a passagem de Mia para Nova York onde começa a seguir sua carreira na Juilliard, logo os dois acabam se separando.
 A banda Shooting Star se tornou famosa, Adam vive uma vida de superstar realizando vários shows por dia e respondendo a entrevistas, mantendo sua mente ocupada, mas suas composições em Mia.

 Ao decorrer da estória, a vida de Adam vai se tornando uma desordem e ele inicia um "namoro" com uma atriz famosa para aumentar sua reputação com o público, mas a depressão o atinge e seus pensamentos o levam para o passado com Mia, ele inicia o uso de antidepressivos e cigarros, porém nada o faz esquecer sua amada.
"Ela partiu para Juilliard no dia seguinte ao Dia do Trabalho. Eu a levei até o aeroporto. Ela me beijou ao se despedir e me disse que me amava mais do que a vida em si. Então partiu.
Mia nunca mais voltou".

 A Shooting Star parte para uma turnê, e ao chegar em Nova York com sua banda, Adam descobre que Mia esta em um concerto na mesma cidade, entretanto seu rumo o leva até seu grande amor e o reencontro deles é de tirar o fôlego. Eles tentam achar as respostas do que aconteceu a três anos atrás e farão uma escolha que poderá unir suas vidas ou separar uma linda história de amor. 


 O primeiro livro (Se eu Ficar)  me encantou, mas infelizmente Para Onde Ela Foi não conseguiu superar minhas expectativas. 
 A Continuação é fiel ao primeiro livro, contando muitas coisas do passado, até mesmo a estória de Mia quando criança. Isso foi um ponto que achei muito positivo na estória, mas ao decorrer do livro quando o casal se separa, vimos tudo ao ponto de vista do protagonista e narrador Adam o que tornou algumas coisas muito tediosas (ZzZzZzZz) com todo seu drama e sofrimento.

 O fato da estória se passar aos olhos do Adam não ficou tão interessante o quanto eu imaginava. O protagonista tem fases infantis que acaba cansando, enquanto Mia amadureceu e se tornou uma menina de sucesso merecido. Em muitas partes eu me vi sofrendo com o protagonista pelo amor perdido e pelo rumo tomado da vida do casal, trazendo muito realismo na estória.

 A escrita da Gayle é ótima, clara e direta, e a editora caprichou mais uma vez na diagramação do livro que ficou linda. A leitura é rápida e os capítulos são curtos o que facilita bastante. O final foi totalmente sem sal, como se estivesse faltando alguma coisa, mas devo afirmar que me surpreendi com o rumo dos dois. Só tenho a dizer que o livro não é péssimo e nem muito bom, mas para quem leu Se Eu Ficar vale a pena ler o segundo.

 Agradeço a editora parceira Novo Conceito por ter me mandado esse livro para resenha.
Recomendo!

Trechos do livro:

"Por meio de um destino tortuoso, Mia é parte da nossa história, e estamos entre os cacos de seu legado".

"Nós éramos os dois obcecados por música, cada um a sua maneira. Se não entendíamos completamente a obsessão um do outro, não importava, porque entendíamos a nossa própria".


"Mia... você não entende? A música é o vazio. E você é o motivo"

1 Assuntos:

Gabriela Silva disse...

Poxa, uma pena que tu não gostou tanto desse livro, na minha opinião ele consegue ser ainda melhor que o primeiro. Mas eu entendo e respeito o seu ponto de vista. Mesmo assim, adorei sua resenha! <3
Mil Beijos!
http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br

Postar um comentário